terça-feira, dezembro 20, 2016

Chão Urbano: ANO XVI – Nº6

«Em tempos de crise política-institucional e econômica Chão Urbano permanece com grande esforço e com apoio restrito como espaço aberto de análise e debate sobre o território e traz em seu nº 6  (nov-dez de 2016), uma discussão reiterada sobre o modelo de urbanização de Favelas no Rio de Janeiro para criação de acesso a infraestrutura de água e esgoto e a persistência de ausência e/ou precariedade e desigualdades indagando sobre se a efetividade social que poderia se pretender  desta ação. Acesse em: http://www.chaourbano.com.br/

A revista segue, como sempre, aberta a receber, em fluxo contínuo, proposições de artigos para debater o território, seu planejamento e diferentes escalas, ações, atores e processos que configuram sua dinâmica. Os artigos são sempre examinados por dois pareceristas sob forma de "texto cego", ou seja sem que o nome do autor(res) apareça, garantindo a imparcialidade e qualidade de nossa publicação que se mantém como fronteira do debate há 16 anos!
Boa leitura a todos!»

(reprodução de mensagem que me caiu entretanto na caixa de correio eletrónico, proveniente da entidade identificada)

sábado, novembro 12, 2016

Chão Urbano: nº 5, Ano XVI

«Chão Urbano lança mais edição (nº 5 do Ano XVI) referente a setembro-outubro de 2016 com artigo contendo uma análise crítica sobre a aplicabilidade do Plano Municipal de Redução de Risco de São Gonçalo.




A revista pode ser acessada em www.chaourbano.com.br, onde também existe a possibilidade de se conhecer um importante conjunto de números anteriores, e as normas para envio de artigos para análise para publicação.»

(reprodução de mensagem que me caiu entretanto na caixa de correio eletrónico, proveniente da entidade identificada)

sábado, outubro 29, 2016

sexta-feira, outubro 07, 2016

"Perceived Impacts of the European Youth Capital 2012"

"This paper examines the economic and sociocultural impacts perceived by participants and residents of the hosting of the European Youth Capital 2012 (EYC 2012) by Braga, Portugal. During the EYC 2012, a survey was applied to 512 individuals, complemented by the implementation of a focus group. Several statistical procedures, including principal components analysis, were carried out in order to identify the impacts of the event. From the results obtained, we could conclude that the hosting of the EYC did not attract a large amount of visitors to the city. The younger respondents, predominant in the sample, tended to keep a more positive assessment of the impacts of the EYC 2012, as well as women when compared to men."

Paula Remoaldo 
Eduardo Duque 
J. Cadima Ribeiro 

(resumo de artigo entretanto publicado em Revista Portuguesa de Estudos Regionais, Nº 43, 2016, pp. 21-34)